Conheça as vantagens de colocar seu filho em uma escola de luta

Criar e educar uma criança não é uma tarefa fácil. Sabemos que não existe uma fórmula secreta pra se sair bem como pai e mãe, mas algumas dicas podem te ajudar em cada etapa da vida do seu pequeno.

Nas primeiras fases, é normal que a criança tenha muita energia e você pode canalizar todo esse vigor em um esporte ou em uma luta, por exemplo.

Muitos especialistas indicam escolher um tipo de luta para a criança praticar. Você sabe o porquê? Leia o texto a seguir e conheça as vantagens de colocar seu filho em uma escola de luta:

Redirecionar energia

O primeiro ponto a ser mencionado é aquele que já foi mencionado acima: canalizar as energias da crianças Nas primeiras fases, a disposição e energia das crianças poder surpreendentes e nem todos os país conseguem administrar esse fator.

Uma boa dica é utilizar lutas como boxe, judô, karatê, entre outras para fazer com que a criança gaste todo o seu potencial em um espaço adequado.

Assim, o seu filho pode desfrutar de uma desaceleração do ritmo agitado. E vale lembrar que no caso de crianças muito quietas, pode despertar um lado mais esportivo.

Incentivo a disciplina

A base para aprender qualquer luta ou esporte é a disciplina. Esse aspecto do desenvolvimento pessoal da criança é bem difícil de aplicar, já que a mesma está descobrindo a sua personalidade.

Por isso, colocar o pequeno em uma escola de luta pode ensinar sobre respeito e disciplina, direcionando o condicionamento do seu filho para o controle.

Defesa pessoal

Incentivar o aprendizado para a violência, com certeza, não é um aspecto das aulas de luta. Isto está aplicado para todo e qualquer tipo de categoria da modalidade.

Entretanto, é preciso considerar que ao longo da vida a criança precise aprender a se defender e usar os ensinamentos de forma coerente.

Na escola de luta, será repassado para os pequenos a importância da defesa pessoal e o autocontrole de saber utilizá-la nos momentos certos.

Desenvolvimento pessoal 

Como você já conferiu nas informações acima, as aulas de luta poderão representar o desenvolvimento do seu filho em diversos aspectos diferentes e um deles é o desenvolvimento pessoal.

Alcançar novos objetivos, se dedicar e desenvolver habilidades como a coordenação motora farão parte da rotina da criança. Além disso, é importante ressaltar a sociabilização com os outros coleguinhas que partilham da mesma atividade. Os benefício são muitos!

Como incentivar seu filho a praticar um esporte

Nos tempos atuais as crianças têm saído pouco de casa para brincar e se exercitar. Os vídeos em plataformas digitais, os jogos e os aparelhos eletrônicos tornaram-se mais interessantes. Acontece que o ato de se movimentar pouco, pode trazer problemas de saúde para esses jovens. Como, por exemplo, a obesidade infantil.

Dicas para criar jogos infantis

Uma turma de crianças está reunida na sua casa, e ao invés de estarem correndo pela casa estão todos jogados no sofá? Bom, então você precisa criar estratégias para trazê-los para o quintal.

A primeira dica é conversar com essa turma, ou individualmente com seu filho para dizer o quanto é importante o ato de correr, andar, brincar e se exercitar. Conscientizando-o sobre a movimentação e a prática de exercícios físicos.

Em seguida, utilize recursos como:

  1. Crie brincadeiras em grupo, e instigue a competição entre eles;
  2. Usando plataformas digitais, como o YouTube, coloque vídeos de tutoriais de dança e pratique junto com seu filho;
  3. Force-o a caminhar mais. Pedindo que vá até o mercado o padaria a pé. E entre nesse movimento, levando-o até a escola sem usar carro;
  4. Assista a jogos e competições esportivas e veja se ele (a) se interessam por alguma modalidade;
  5. Leve seu filho para conhecer uma escolinha de futebol, natação ou atletismo. Ele pode se interessar.

Brincadeiras de rua como prática de esporte

As brincadeiras não precisam acontecer necessariamente na rua, dependendo da região que mora. Mas, podem ser feitas no seu quintal ou na área kids do seu condomínio.

Promova esse tipo de atividade no seu bairro, e faça com que não só seu filho, mas todas as crianças próximas queiram se movimentar. Com brincadeiras como:

  • Pular corda;
  • Pega pega;
  • Pique esconde;
  • Corrida;
  • Cabo de guerra;
  • Taco;
  • Futebol de rua;
  • Queimada;
  • Vôlei de rua.

Essas são algumas das brincadeiras que podem ser feitas. Mas, tudo depende da criatividade. Podendo, inclusive, criar competições e campeonatos durante as férias ou fins de semana na sua rua, bairro ou condomínio.

Por que é importante as crianças praticarem esporte

Pode parecer opcional, mas a prática de esporte é um item que deve fazer parte da vida da criança desde o início. Seja com a matrícula em aulas de natação e ballet, ou, jogando bola com os pais.

Além de despertar o gosto pela movimentação, a família consegue evitar uma série de problemas de saúde no pequeno. Como, a atrofiação dos nervos, obesidade, problemas cardíacos e até mesmo respiratórios.

Sem contar que os esportes também despertam outras qualidades, como: trabalho em grupo, coordenação motora, disciplina e aprendizagem sobre regras.

A importância das escolas de futebol nas cidades pequenas do Brasil

Qualquer tipo de ação social voltada ao esporte deve ser valorizada. Escolas de futebol, por exemplo, produzem uma série de conhecimento aos seus alunos. Sendo que para os municípios menores essa pode ser a única fonte de exploração dos talentos esportivos. Por isso, é interessante apoiar esses tipos de iniciativas.

Escolas de futebol nas cidades pequenas do Brasil

As escolas de futebol, principalmente de esporte amador, são criadas com o intuito de facilitar o acesso ao esporte no local. Ensinando as regras básicas da modalidade, técnicas principais e formas de se conseguir sucesso dentro da categoria.

Nas cidades pequenas esses centros estão muito ligados a projetos sociais, de inclusão. Pois, normalmente são os locais em que as crianças, adolescentes e jovens usam para se distrair e gastar energia.

Um jovem ligado ao esporte tende a extinguir a possibilidade do uso de drogas, pratica de roubo ou violência. Isso porquê, aprende a trabalhar em grupo, a necessidade de conquistas e está totalmente dedicado ao seu sucesso pessoal como esportista.

Além disso, as escolinhas também podem ser opções para que as crianças passem a praticar mais exercícios físicos. Combatendo a obesidade e sedentarismo.

Como começar uma escola de futebol

A ideia de iniciar um centro de ensino sobre futebol circula sobre várias cidades do país. Os responsáveis pelas iniciativas precisam considerar algumas questões, antes de colocar o projeto em prática. Por exemplo:

  • Espaço para atender os alunos;
  • Professores graduados em Educação Física;
  • Materiais como: bola, rede, cones, coletes e etc.;
  • Horários disponíveis para o oferecimento das aulas.

Caso não tenha condições financeiras de arcar com os custos, a dica é buscar por patrocínio e parcerias. Profissionais da área do esporte que deem aulas gratuitas, doações de bola e quadras ou campo emprestados da Prefeitura Municipal.

Depois, o presidente do projeto deve pedir um alvará de licença na Prefeitura. Criando e apresentando o projeto social. Se a iniciativa for particular, isto é, cobrando mensalidade dos alunos, a permissão deve apenas licenciar o campo utilizado para as aulas.

A importância das escolas de futebol nas cidades pequenas do Brasil

Como foi dito, as escolas de futebol são importantes em vários sentidos. Primeiro, porquê simbolizam um projeto social de integração entre os jovens. Normalmente são aceitas crianças acima de 6 anos até os 17 anos.

Também é interessante dizer que a prática do esporte estimula a saúde dos adolescentes, sendo um fator de peso para o combate a doenças relacionas ao sedentarismo.

E por fim, a oportunidade de aprender sobre o esporte que gosta é muito interessante. Tendo embasamento sobre técnicas e práticas, e a possibilidade de despertar promessas do futebol brasileiro. Vale dizer que as escolas são voltadas para meninos e meninas.

Scroll to top